0

Mantenha-se protegido! 12 golpes mais comuns no fim de ano

Com maior volume de compras e compartilhamento de informações o cibercrime também aumenta na época das festas de Natal e final de ano.

23 dez 2015
10h00

No fim do ano, com o aumento do consumo, aumenta também o potencial de ameaças de cibercriminosos que se aproveitam desta situação para aplicar golpes. A Intel Security, divulga sua lista anual dos “12 golpes de fim de ano” para orientar os consumidores sobre os golpes online mais populares. Os golpistas aproveitam todos os tipos de dispositivos, plataformas de rede social e aplicativos móveis para tirar vantagem da distração dos consumidores durante este período agitado do ano.

"À medida que os consumidores compram, usam serviços bancários e compartilham dados em dispositivos móveis, eles ficam mais vulneráveis às ameaças de criminosos que querem roubar informações pessoais", explica Thiago Hyppolito, Engenheiro de produtos da Intel Security. "Entender como proteger adequadamente os dispositivos ajuda aos consumidores a proteger suas vidas digitais."

Para conscientizar e proteger os consumidores e as empresas nesta temporada de festas, a Intel Security identificou os principais “12 golpes de fim de ano” em 2015:

1. Mensagem para você! À medida que as vendas online aumentam, o risco de envio de notificações e golpes de phishing é cada vez maior. Embora haja risco de malware durante o ano todo, uma vez que muitas pessoas fazem compras de fim de ano online, os consumidores ficam mais propensos a clicar em uma notificação de envio de e-mail ou phishing porque acham que é legítima.

2. Propaganda enganosa — Todo mundo procura vantagens e promoções durante as festas de fim de ano. Mantenha os olhos bem abertos (e na sua carteira) ao comprar online os produtos mais cobiçados da temporada. Links perigosos, concursos falsos em redes sociais e cartões de presente falsos são apenas algumas das maneiras que os golpistas utilizam para tentar roubar informações pessoais e arruinar sua alegria natalina.

3. Instituições maleficentes — Esta é a época de doar. Durante as festas de fim de ano, muitos consumidores fazem doações para a instituição de caridade que preferem. Infelizmente, nenhuma boa ação fica impune. Desconfie de instituições de caridade falsas que possam chegar a você por e-mail ou que sejam compartilhadas de forma viral em redes sociais.

4. Atenção ao comprar — Infelizmente há alguns golpes que acabam fugindo do controle do comprador. Pontos de venda de malware que levam à exposição de informações de cartão de crédito se enquadram nessa categoria. Lembre-se de verificar atentamente suas faturas de cartão de crédito e mantenha-se informado para estar atento e preparado.

5. iGolpes — Novos aplicativos móveis para dispositivos Android e iOS são adicionados todos os dias. Graças ao avanço contínuo da tecnologia, seu dispositivo móvel pode verificar a temperatura da sua casa, mantê-lo conectado à rede social e adicionar filtros divertidos para suas fotos de festas de fim de ano. Até mesmo aplicativos aparentemente oficiais ou festivos podem ser maliciosos e capazes de acessar suas informações pessoais.

6. Cartões de boas-festas — Os cartões eletrônicos digitais que espalham a alegria das festas de fim de ano são divertidos e simples e, mais importante, demonstram carinho. Embora você só queira enviar votos de "boas festas" a um ente querido, os hackers querem lhe desejar um "Feliz Malware!" Sites de cartões eletrônicos conhecidos são seguros, mas tome cuidado com possíveis golpes que fazem com que você baixe malware para o seu dispositivo.

7. Fraudes de viagem — Com o aumento de viagens durante os períodos de pico de férias, os golpistas estão prontos para tirar vantagem do fato de que os consumidores muitas vezes ficam menos cuidadosos em relação à segurança. Existem muitos links falsos sobre ofertas de viagens online que podem conter spyware, que acessa informações por meio do registro de computadores infectados.

8. Golpes bancários por telefone — Com as festas de fim de ano os gastos aumentam e os consumidores estão cientes do abuso de suas contas bancárias e cartões de crédito. Os hackers também usam isso como uma oportunidade. Na maioria dos casos, os consumidores recebem um telefonema falso de uma dessas instituições de um sistema automatizado (ou não) de um "agente de segurança", afirmando que a conta do usuário foi comprometida e solicitando informações pessoais, incluindo a senha da conta, para fazer alterações.

Foto: iStock

9. “Skimming” em caixas eletrônicos — Durante a temporada de festas as pessoas costumam sacar mais dinheiro. Os criminosos podem acessar suas informações em caixas eletrônicos instalando dispositivos de clonagem para roubar os dados da faixa magnética do cartão, usando uma câmera de vídeo ou sobrepondo o teclado para capturar a sua senha. Uma solução simples: verifique cuidadosamente o caixa eletrônico em busca de qualquer coisa suspeita e cubra o teclado ao digitar a sua senha.

10. Armadilhas em retrospectivas do ano — Muitas agências de notícias aproveitam as festas de fim de ano para criar artigos ou programas de "Retrospectiva”. As empresas devem avisar os seus funcionários sobre os riscos de clicar nesses tipos de links nos e-mails de trabalho. Links de fontes falsas podem infectar e comprometer a segurança de dispositivos da empresa.

11. Roubo de dispositivos — Com o aumento das viagens, atividades (e do consumo de espumantes!) durante as festas de fim de ano, as pessoas ficam mais propensas a esquecer seus smartphones em lugares públicos. Esta é mais uma forma de os hackers acessarem dados confidenciais, informações pessoais e corporativas, se as medidas de segurança apropriadas não forem tomadas.

12. A cilada do USB — Durante as festas de fim de ano, as empresas podem receber ainda mais brindes de fabricantes que querem continuar trabalhando com elas no próximo ano. Um dos itens mais populares entre esses brindes são dispositivos USB. Cuidado ao permitir que seus funcionários usem esses dispositivos, pois, às vezes, há malware indetectável pré-instalado neles.

Mantenha-se protegido! Sempre que procurar ofertas on-line, usar aplicativos ou abrir e-mails de promoções de compras, certifique-se de que os dispositivos de toda a sua família estejam protegidos, como o Terra Antivírus Multidispositivo ,

que protege todos os seus PCs, Macs, tablets e smartphones. Esse aplicativo protege contra as ameaças móveis mais recentes oferecendo mais privacidade e melhores recursos de backup, rastreamento de localização e para ajudá-lo a afastar-se de perigos durante suas pesquisas com o dispositivo móvel.

Fonte: Intel Security

compartilhe

publicidade
publicidade