0

Pesquisa lista os dez famosos mais "perigosos" da web

Procurar por essas celebridades aumenta o risco de infectar seu computador, diz estudo; Amy Schumer e Justin Bieber lideram o ranking

5 out 2016
16h50
atualizado em 6/10/2016 às 08h07
  • separator
  • comentários

Um estudo revelou que os usuários da internet que buscam por informações sobre a comediante americana Amy Schumer têm 16% de chance de serem expostos a sites que podem conter vírus e malwares. A pesquisa Most Dangerous Celebrities™ da McAfee, publicada pela Intel Security, divulgou um ranking com as celebridades mais perigosas para se procurar on-line.

Amy, considerada pela revista Forbes a 4ª comediante mais bem paga, assumiu o primeiro lugar ocupado pelo DJ Armin van Buuren no ano passado. Justin Bieber vem em segundo lugar, seguido pelo apresentador dos programas Today e The Voice , Carson Daly. Outras estrelas como Will Smith, Rihanna, Miley Cirys e Selena Gomez aparecerem no top 10.

Amy Schmer e Justin Bieber são as celebridades mais perigosas da internet, revelou pesquisa
Amy Schmer e Justin Bieber são as celebridades mais perigosas da internet, revelou pesquisa
Foto: Getty Images

A pesquisa da Intel Security apontou que alguns criminosos cibernéticos estão se aproveitando da fascinação e da curiosidade dos fãs para criar páginas maliciosas que ofecerem notícias sobre as celebridades e downloads, onde o malware é incorporado ao baixar os programas, roubando senhas e informações pessoais dos internautas

Confira as 10 celebridades com os maiores riscos de pesquisa on-line

Posição Celebridade Porcentagem
Amy Schumer 16,11%
Justin Bieber 15,00%
Carson Daly 13,44%
Will Smith 13,44%
Rihanna 13,33%
Miley Cyrus 12,67%
Chris Hardwick 12,56%
Daniel Rosh 11,56%
Selena Gomez 11,11%
10º Kesha 11,11%

C omo fazer pesquisas com segurança:

- Pense antes de clicar: você está procurando o último episódio do programa de TV de Amy Schumer, Inside Amy Schumer ? Consiga o conteúdo diretamente na fonte original (comedycentral.com) para não clicar em nada que possa ser mal-intencionado.

- Tome cuidado ao procurar por “torrent”. Este é de longe o termo de pesquisa mais arriscado: os criminosos cibernéticos podem utilizar torrents para incorporar malwares em arquivos autênticos, o que dificulta saber se um arquivo é seguro. É melhor evitar o uso do termo, principalmente quando existem tantas opções legítimas de streaming à disposição.

- Mantenha suas informações pessoais no âmbito pessoal: os criminosos cibernéticos estão sempre procurando maneiras de roubar suas informações pessoais. Se você receber uma solicitação para inserir dados como o número do seu cartão de crédito, e-mail, endereço residencial ou login em redes sociais, não as forneça sem pensar. Faça suas pesquisas e verifique se não se trata de uma tentativa de phishing ou golpe que pode levar ao roubo de identidade.

- Navegue com segurança utilizando uma proteção como o software McAfee® WebAdvisor: o WebAdvisor auxiliará a manter você protegido contra sites mal-intencionados, ajudando a identificar sites potencialmente arriscados. Você pode fazer download de uma versão de teste do software em www.mcafee.com/mcafeewebadvisor

- Utilize uma proteção que contemple vários dispositivos: os consumidores precisam proteger todas as facetas das suas vidas digitais, independentemente de quem sejam, do dispositivo que usem ou de onde armazenem seus dados pessoais. Utilize soluções que funcionem em todos os seus dispositivos para oferecer proteção contra ameaças, tais como malware, hackers e ataques de phishing.

Para saber mais sobre o estudo, confira o artigo no site: https://servicos.terra.com.br/antivirus/celebridades-perigosas/

Para saber como se proteger, Assine o Terra Antivirus

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade